Affonso Romano de Sant`Anna

     

   Autores

   
Obras do Autor
   
Nascido em Belo Horizonte - MG, a 27 de março de 1937; cursou a faculdade de Letras de Belo Horizonte, trabalhando para custear seus estudos universitários.

Em 1956, coordenou movimentos de Vanguarda e, no ano seguinte, engajou-se numa experiência diferente, o "Madrigal Renascentista", onde usou sua bela voz de barítono, regida por Isaac Karabtchevsky.

Em 1962, lançou seu primeiro livro, colocando nele seu desencanto sobre a atuação do poeta de hoje, que não possui a força dos poetas do século XIX. Nesse ensaio, analisou o desencontro do poeta no seu tempo e sua frustração pessoal. Estreou na poesia com o Canto a Palavra, publicado em 1971, mesmo ano em que se casou com, a também escritora, Marina Colassanti.

Foi Presidente da Fundação Biblioteca Nacional de 1990 a 1996. Ganhou o Prêmio Especial de Marketing - concedido pela Associação Brasileira de Marketing, pelo trabalho realizado na Biblioteca Nacional.

Suas principais obras:
- Que País é este?,
- A Mulher Madura,
- O Lado Esquerdo do meu Peito,
- Textamentos,
- O Canibalismo Amoroso,
- De que ri Mona Lisa,
- Fizemos Bem em Resistir,
- O Homem que Conheceu o Amor,
- Mistérios Gozosos,
- A Poesia é Possível,
- Política e Paixão,
- A Raiz Quadrada do Absurdo,
- A Vida por Viver,
- A Grande Fala do Índio Guarani e a Catedral de Colônia.
   
Affonso Romano de Sant`Anna
Afonso Rodrigues de Aquino
Albert Pike
Alberto José Marchi Macedo
Alejandro Maciel
Almir Correia
Anne Brontë
Bram Stoker
Celso Abrahão
Charles Dickens
Charlotte Brontë
Christopher Knight
Cláudio Cruz
Dante Alighieri
Eça de Queirós
Elizabeth Gaskell
Emily Brontë
F. Scott Fitzgerald
Fábio Cyrino
Fernando Klein
Gaston Leroux
Guy de Maupassant
Henry James
Henryk Sienkiewicz
Herman Melville
Jane Austen
Johann Wolfgang von Goethe
John Buchan
John Donne
Jonas Ribeiro
José Castellani
Joseph Conrad
Jules Verne
L Frank Baum
Lew Wallace
Ligia Maria F. Cyrino
Luís Filipe Sarmento
Luís Vaz de Camões
Márcio Tadeu Anhaia de Lemos
Mary Shelley
Oscar Wilde
Percy Shelley
Regina Drummond
Ricardo Maffia
Richard Francis Burton
Robert Lomas
Robert Louis Stevenson
Rudyard Kipling
Sérgio Olímpio Gomes
Tânia Mara Marques Granato
Thomas Carlyle
Vasco Graça Moura
Virginia Woolf
Vitor Alexandre Chnee
William Shakespeare