Viagens Extraordinárias: Da Terra à Lua / Ao Redor da Lua
Viagens Extraordinárias: Da Terra à Lua / Ao Redor da Lua
Autor
Jules Verne
Tradução e notas
Vera Silvia Camargo Guarnieri
Adaptação
***************
Ilustrador
Henri de Montaut
Idioma
Português-Francês
Lançamento
12/2029
Acabamento
Capa Dura
Formato
16cm x 23cm
Páginas
850
Peso
1250 g
ISBN - Livros
ISBN 9788580700000
ISBN - Digital
---
Lançamento Breve
Sinopse
Publicada em 1865, DA TERRA À LUA é uma das mais fascinantes histórias sobre a conquista da Lua.
Escrita por Jules Vernes, um dos expoentes do gênero da ficção, conta a saga do “Clube do Canhão”, uma organização norte-americana especializada em armasPublicada em 1865, DA TERRA À LUA é uma das mais fascinantes histórias sobre a conquista da Lua.
Escrita por Jules Vernes, um dos expoentes do gênero da ficção, conta a saga do “Clube do Canhão”, uma organização norte-americana especializada em armas de fogo, canhões e balística, fundada durante a Guerra Civil, e da ideia de seus membros em construir um enorme canhão para arremessar um projétil de forma cilíndrica à Lua.

Um aventureiro francês chamado Michel Ardan propõe que o projétil lançado seja tripulado e se apresenta como candidato para liderar a expedição. Depois desta surpreendente proposta, dois dos membros do Clube do Canhão também aceitam o desafio: para que o empreendimento se realize, foi construído um canhão, um projétil oco (servindo como nave espacial) e um telescópio, todos de dimensões impensáveis e nunca realizados antes. Depois de disparada, o projétil quando se aproximou da Lua, em vez de aterrissar, acabou por entrar. Os três passageiros apenas tinham mantimentos para alguns meses, ficando a conclusão da saga em aberto. Toda a trajetória estava previamente definida e segundo os cálculos a bala acertaria em cheio na Lua, mas durante a viagem passou um asteróide perto do projétil que devido à sua grande massa e às leis da gravidade afetou a sua trajetória. Entretanto, quando se aproximaram da Lua, o projétil em vez de se dirigir para a região central do satélite, dirigiu-se para o seu pólo norte, entrando em órbita da Lua, onde eles conseguiram observar, devido à luz produzida pelo choque de dois asteróides, vegetação e água na superfície da face não visível de nosso satélite. O futuro dos três astronautas, é descrito na obra seguinte “Em torno da Lua”.

AO REDOR DA LUA foi publicado pela primeira vez em 1869 e trata-se da continuação do livro DA TERRA À LUA. Esta obra distingue-se por estar bastante fundamentada nas novas descobertas dos fins do século XIX, nas áreas da Física e da Matemática, sendo que mesmo um leigo nestas áreas consegue extrair desta obra muitos conceitos fundamentais da Mecânica Clássica e do Cálculo Integral. Depois de várias tentativas para se livrar da influência gravitacional da Lua, conseguiram com auxílio de foguetes auxiliares se dirigir à Terra, caindo no Oceano Pacífico, junto à costa norte-americana.
Compre em Nossos Parceiros

Conheça mais sobre Jules Verne


(1828-1905)

Foi o primogênito dos cinco filhos de Pierre Verne e Sophie Allote de la Fuÿe, esta de um família burguesa de Nantes. É considerado por críticos literários o precursor do gênero de ficção científica, tendo feito predições em seus livros sobre o aparecimento de novos avanços científicos, como os submarinos, máquinas voadoras e viagem à Lua.

A primeira grande novela de sucesso de Jules Verne em 1862 foi o relato de viagem à África em um balão, intitulado CINCO SEMANAS EM UM BALÃO, uma história que continha detalhes tão minuciosos de coordenadas geográficas, culturas, animais, etc., que os leitores perguntavam-se se era realmente ficção ou um relato verídico. Na verdade, Jules Verne nunca estivera em um balão ou viajado à África. Toda a informação sobre a história veio da sua imaginação e da sua capacidade de pesquisa. O sucesso de CINCO SEMANAS EM UM BALÃO rendeu-lhe fama e dinheiro. Por intermédio do amigo e também escritor Alexandre Dumas Filho, Verne conheceu Pierre Jules Hetzel, o editor mais influente de Paris, que lhe propôs escrever, pelo menos, um livro por ano. Entre as obras mais célebres destacam-se VIAGEM AO CENTRO DA TERRA (1865), DA TERRA À LUA (1865), VINTE MIL LÉGUAS SUBMARINAS (1869), OS INGLESES NO POLO NORTE (1870), A VOLTA AO MUNDO EM OITENTA DIAS (1872), MIGUEL STROGOF (1876) e UM CAPITÃO DE QUINZE ANOS (1878).

Em 24 de março de 1905, Verne pediu a um dos seus criados um exemplar do livro VINTE MIL LÉGUAS SUBMARINAS, perguntou pela mulher e pelos seus filhos, cerrou os olhos e faleceu. A atualidade das suas obras, tal como a sua popularidade, mantém-se intactas, sendo um dos autores mais conhecidos e apreciados da História da Literatura.

Até os dias de hoje, Jules Verne é um dos escritores cuja obra foi mais traduzida em toda a história, com traduções em 148 línguas, ao lado de Agatha Christie e William Shakespeare, segundo estatísticas da UNESCO, tendo escrito mais de setenta livros.



Do mesmo autor



EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

editora@editoralandmark.com.br