Contos Completos de Oscar Wilde
Contos Completos de Oscar Wilde
Autor
Oscar Wilde
Tradução e notas
Luciana Salgado
Adaptação
***************
Ilustrador
***************
Idioma
Português
Lançamento
10/2013
Acabamento
Capa Dura
Formato
16cm x 23cm
Páginas
361
Peso
572 g
ISBN - Livros
ISBN 9788580700336
ISBN - Digital
ISBN 9788588781726
Compre Agora

Versão Física
Versão digital
Sinopse
CONTOS COMPLETOS DE OSCAR WILDE, reúne todos os contos de um dos mais importantes autores da literatura inglesa.

Nesta magnífica edição bilíngue, a EDITORA LANDMARK apresenta a reunião dos seus quatro livros de contos: O Príncipe Feliz e outros CCONTOS COMPLETOS DE OSCAR WILDE, reúne todos os contos de um dos mais importantes autores da literatura inglesa.

Nesta magnífica edição bilíngue, a EDITORA LANDMARK apresenta a reunião dos seus quatro livros de contos: O Príncipe Feliz e outros Contos; O Retrato do Sr. W. H.; O Crime de Lorde Arthur Savile e outros Contos; e A Casa das Romãs. Dentro desses trabalhos constam algumas de suas mais famosas histórias, entre elas O Fantasma de Canterville, O Pescador e sua Alma e O Crime de Lorde Arthur Savile.

CONTOS COMPLETOS DE OSCAR WILDE traz ao leitor os contos escritos entre 1888 e 1891, produzidos durante o período mais feliz, e menos turbulento, da vida do escritor Oscar Wilde, nome de um dos maiores autores da língua inglesa.

Nascido em 1854 na cidade de Dublin, Irlanda, Wilde viveu na efervescente Londres, na Inglaterra, frequentando ciclos de escritores, atores e figuras de destaque da época. Nessas reuniões, o autor aproveitava para demonstrar seu talento não só como escritor, mas também como intérprete, lendo em voz alta os contos que produzia, com a entonação, a ênfase e a dicção próprias dos atores.

Exímio contador de histórias, encantava os círculos ingleses com suas ironias, com a precisão formal dos textos e, claro, com a própria presença.

Os contos que o leitor têm às mãos nada sabem da tragédia por vir, das reviravoltas que o destino reserva ao autor. Foram escritos com alegria, para serem lidos com alegria, em voz alta, para a plateia, ainda que imaginaria, como Oscar Wilde os concebeu. Desejamos que a sutil ironia do Foguete Notável, o senso de humor burlesco do Fantasma de Canterville e os tantos outros personagens apresentados preencham com alegria, (sempre esta palavra: alegria), as horas que o leitor passar em nossa companhia.

Conheça mais sobre Oscar Wilde


(1854-1900)

Nascido em Dublin, Irlanda, viveu em Londres, a efervescente capital inglesa, entre escritores e figuras de destaque da época e enaltecido por importantes figuras literárias, como o dramaturgo George Bernard Shaw, o poeta norte-americano Walt Whitman e o escritor francês Stéphane Mallarmé. Tornou-se uma pessoa indispensável e comentada em todos os eventos sociais e círculos intelectuais.

Embora bem conhecido, Wilde recebeu pouco reconhecimento pela sua obra durante anos até à estreia de “O Leque de Lady Wildermere” que consolidou a sua fama como dramaturgo a partir de 1892. O simulacro, o homem e o seu retrato eram a maneira que o autor utilizava para relacionar-se com o mundo, mas o período do seu sucesso foi extremamente curto.

Condenado a dois anos de trabalhos forçados, após um desastroso processo contra o Marquês de Queensberry, Wilde mudar-se-ia da Inglaterra em 1897, após todas as suas peças teatrais serem retiradas de cartaz e a sua produção literária ser recolhida das livrarias. Em França, adotou o pseudônimo de Sebastian Melmoth e, na companhia de Robert Ross, publicou “A Balada do Cárcere de Reading” e “A Alma do Homem sob o Socialismo”, as suas últimas produções literárias. Logo após, fixou residência em Paris, onde corrigiu e publicou “Um Marido Ideal” e “A Importância de Ser Constante”, demonstrando que encontrava-se no comando de si e de todo o seu talento literário. Todavia recusou-se a escrever qualquer novo material, declarando que “posso continuar a escrever, mas perdi a satisfação para tal”.

A 30 de novembro de 1900, Wilde, empobrecido, esquecido e doente, veio a falecer num quarto do Hôtel d’Alsace, em Paris. Como legado, deixou-nos uma obra admirável, representada por diversos contos, um romance, inúmeras poesias e peças teatrais que até hoje são encenadas.



Do mesmo autor



EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

editora@editoralandmark.com.br