A Editora Landmark na Imprensa
"O irlandês Oscar Wilde (1854-1900), autor do clássico ""O Retrato de Dorian Gray"" , era também um contista de mão cheia. O relançamento de ""Contos Completos"", em edição caprichada e bilíngüe, permite ao leitor conhecer trabalhos que antecederam sua principal obra. Os contos são desiguais. Enquanto alguns são fábulas morais, com personagens sem nome ou animais que falam, outros, como “O Fantasma de Canterville”, são peças fundamentais para entender a evolução do artista.

Todos foram escritos numa fase feliz do autor, que antecederam a perseguição que sofreria ao assumir sua homossexualidade. Assim, exalam certa alegria que contrasta com o tom mais amargo de Dorian Gray. A linguagem é próxima à oral, já que eram destinados à leitura pública. Essa prática era comum na época, e Wilde se destacava por sua habilidade. A cuidadosa tradução de Luciana Salgado respeita essa técnica, o que valoriza a edição.

No mais conhecido dos contos, “O Retrato do Sr. W. H.”, uma espécie de predecessor de Dorian Gray, discute-se a suposta identidade do homem que estaria por trás de uma dedicatória de Shakespeare, de quem Wilde era admirador confesso. A imagem desse homem surge em um retrato pintado, que passa a ser o centro da discussão. Em torno da trama, o autor tenta obsessivamente fundamentar a insinuação de uma suposta bissexualidade de Shakespeare, o que provocou a ira da conservadora sociedade britânica de então, culminando com sua prisão e posterior exílio em Paris.

Por Marcelo Lyra"

EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]