A Editora Landmark na Imprensa
"RIO - A editora Landmark, especializada em versões bilíngües de grandes clássicos da literatura mundial, põe a disposição do público títulos consagrados presentes em diversos tipos de produção audiovisual e artística

Mesmo quem nunca sequer leu uma página de alguma obra de Oscar Wilder, Mary E. Shelley ou Shakespeare, entre outros grandes nomes da literatura, com certeza já se deparou com alguma produção cujo roteiro original bebeu na fonte dos grandes clássicos.

Cada vez mais populares entre o público brasileiro, as séries e sitcoms estrangeiras trazem referências de grandes autores, como o de Lost, a dramática série produzida pela ABC Entertainment, que em diversos momentos leva a literatura à misteriosa ilha.

Em um primeiro momento, mesmo que rápido, Jane Austen é citada pelo personagem inglês Charlie, durante um diálogo com outros sobreviventes. Posteriormente, os novos habitantes da ilha descobrem uma escotilha, que possivelmente serviu como experimento científico. A explicação está numa fita VHS cujo esconderijo é na prateleira de livros, exatamente atrás de ""A Volta do Parafuso"" (Editora Landmark, R$ 29,80), do norte-americano Henry James, citado diversas vezes em meio a conversas – a obra de James ainda foi base para o filme de suspense e horror como Os Inocentes, escrito por William Archibald e Truman Capote em 1961.

Ainda em meio ao Pacífico, os antigos moradores da ilha, denominados como “Os Outros” pelos recém-habitantes provenientes do acidente aéreo, realizam encontros literários periódicos, onde autores e títulos são discutidos.

Da tenebrosa ilha voamos para Malibu, cidade onde os irmãos Harper residem. Two and a Half Men é um famoso sitcom que retrata o cotidiano de Charlie Harper, interpretado por Charlie Sheen, e seu irmão, Alan, que logo após sua separação e perda de todos os seus bens, decide aceitar o convide muda-se para a casa de Charlie, onde recebe a visita de seu filho, Jake, todos os finais de semana.

Alan, inconformado com o final de seu casamento e indignado com o passado, tem um verdadeiro surto numa livraria. Em meio ao discurso desesperado, ele pega um livro de Percy Shelley (""Uma Defesa da Poesia e Outros Ensaios"", Editora Landmark, R$24,50) e o ilustra como um de seus atos falhos: nunca ter lido o romântico.

Além da televisão, o cinema é um grande palco dos grandes títulos. O homônimo ""Orgulho e Preconceito"" fez grande sucesso nas telas de cinema em 2005, quando foi interpretado por Keira Knightley e Matthew Macfadyen.

Jane Austen ainda foi tema no filme recém lançado no Brasil, O clube de leitura de Jane Austen, e teve uma explícita citação de ""Persuasão"" no longa-metragem A Casa do Lago, trama em que Kate (Sandra Bullock) esquece o livro de Austen numa estação de trem e Alex (Keanu Reeves) o encontra – tanto na literatura quanto no cinema é retrato de um amor impossível que precisa da chave “tempo” para se desenrolar.

Estes são mínimos exemplos de superproduções que citam ou têm como base absoluta textos consagrados de grandes nomes da literatura mundial que a editora Landmark traz aos leitores com novas traduções e em edições bilíngües."

EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]