A Editora Landmark na Imprensa
"A Editora Landmark lança, em primeira mão, o envolvente romance ""Norte e Sul"" (North and South), da escritora Elizabeth Gaskell, em luxuosa edição bilíngue português e inglês. Publicado em forma de livro pela primeira em 1855, a obra coloca frente a frente a Inglaterra da revolução industrial com a Inglaterra rural. Inicialmente como ""Margareth Hale"", teve o título alterado para ""North and South"" por pressão dos editores, para melhor tornar mais claro o conteúdo do livro: o constrates das duas Inglaterras, o modo de vida industrializada do norte e a vida rural e inocente do sul em uma época fortemente marcada pela revolução industrial do século 19.

O livro é um romance social que tenta demonstrar a vida e os conflitos existentes no Norte e no Sul. A heroína da história, Margaret Hale, é filha de um ministro religioso que se muda para a cidade fictícia de Milton, cujo modelo era a cidade de Manchester, onde Elizabeth Gaskell morou em companhia de seu marido e trabalhou em ações filantrópicas junto aos pobres da cidade e conheceu de perto as misérias das áreas industriais. Para a protagonista, o sul onde havia nascido simbolizava o idílio rural, o triunfo da harmonia social e do decoro, contrapondo-se com o norte e seu ambiente sujo, rude e violento.

Elizabeth Gaskell nasceu em nos arredores de Londres em 29 de setembro de 1810. Muitas vezes citada apenas como a Sra. Gaskell, Elizabeth vivem na era vitoriana. Seus romances, geralmente, retratam, em detalhes, a vida da sociedade, incluindo aí os muito pobres, e como tal são de interesse para os historiadores sociais, bem como os amantes da literatura. De oito filhos, apenas ela e o irmão João sobreviveram à infância.

Ela casou-se com William Gaskell. O primeiro romance Mary Barton, foi publicada anonimamente em 1848. O mais conhecido dos seus romances restantes são Cranford (1853), North and South (1854), Wives and Daughters (1865). Ela se tornou popular pela sua escrita, principalmente pelas histórias de fantasmas, auxiliada pelo amigo Charles Dickens , que publicou seu trabalho na sua revista Household Words. Suas histórias de fantasmas são completamente distintas, na “veia” Gothic, a partir de sua ficção industrial.

Mesmo que sua escrita esteja em conformidade com as convenções vitorianas (incluindo a assinatura do seu nome: “Mrs. Gaskell”), geralmente suas histórias eram críticas e contemporâneas: suas primeiras obras foram centradas no trabalho da fábrica nos Midlands. Ela sempre enfatizava o papel das mulheres em narram o papel das mulheres, com narrativas complexas e dinâmicas personagens femininas.

Além de sua ficção, Gaskell também escreveu a primeira biografia de Charlotte Brontë, que desempenhou um papel significativo no desenvolvimento da reputação da companheira escritora. Elizabeth faleceu em Londres, em 12 de novembro de 1865"

EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]