A Editora Landmark na Imprensa
"Uma aventura medieval

Romance de estreia de Celso Abrahão traz história que se passa na Europa durante a construção de um templo

O primeiro romance do médico e autor teatral Celso Abrahão, ""Sementes da Razão"" (Landmark, 256 páginas, R$ 25), chegou este mês às livrarias, embora o lançamento oficial seja no dia 23 de novembro, em Jacareí, interior de São Paulo.

O livro retrata uma história marcada pela época da Idade Média. O enredo, constituído de uma ficção histórica, passa-se no auge da Idade Medieval, no século XIII, tempo marcado pelo Feudalismo e na qual, segundo Celso Abrahão, foi uma época de entusiasmos por tudo o que é belo e grande nas ordens intelectual, moral, literária e artística. Passa-se na cidade real de Reims, na França e onde cristãos, judeus e muçulmanos convivem, além de ter o nascimento de um dos maiores templos da Cristandade. A história é misteriosa e repleta de segredos no processo de construção de uma catedral gótica, a Catedral de Nossa Senhora de Reims, maior representante da arquitetura e religiosidade na Idade Média. Em conversa por telefone, Celso assumiu ser um amante da história. “Sou apaixonado pela história, principalmente pela medieval”, disse. De acordo com o autor, a ação do romance é situada na Europa no final do século XIII e início do século XIV. “É uma aventura que se passa entre 1286 e 1315 e conta a história da construção da Catedral de Nossa Senhora de Reims, uma das maiores igrejas góticas que existem na Europa. O livro fala sobre vícios, virtudes, amores, paixões, traições e relações de rabalho”, revela o escritor.

Em relação aos pedreiros que participaram da construção da igreja, Abrahão afirma que eles são um dos pontos mais abordados. “Eu dei um destaque maior para a corporação dos construtores dessas catedrais, tão importantes, mas que ficaram esquecidos com o passar do tempo pela história. Em Reims, por exemplo, a catedral é imensa e ninguém sabe quem construiu. Também foi nessa época que surgiu um dos primeiros sindicatos dos trabalhadores desde a história medieval até hoje”, explica.

Sementes da Razão é o primeiro romance de Celso Abrahão. Abrahão nunca publicou histórias desse gênero antes, e afirma ter chegado na ideia de escrever sobre essa temática através da sua primeira obra, a peça teatral Londres, 24 de junho de 1717. “Ela fala sobre coisas que ocorreram no século XV e sobre o tempo em que a Europa começou a sofrer uma mudança muito grande”, completa. Ele também afirmou já ter planos sobre seus próximos projetos: “Eu pretendo dar continuidade ao Sementes da Razão, agora abordando a temática dos séculos XV e XVI. Apesar de conter bastante informação histórica, é um livro leve e os personagens são bem construídos”, conta.

Celso Abrahão é escritor, palestrante e dramaturgo nascido em Jacareí, São Paulo, onde mora e trabalha. É autor da peça teatral Londres, 24 de junho de 1717 e coautor da peça José Bonifácio Gonçalves Ledo: O Reencontro. Suas obras misturam aspectos fictícios e reais dentro de acontecimentos históricos. Abrahão tem se especializado na ficção e pesquisa com ênfase no período gótico europeu, dentro da História da Arquitetura, e já palestrou inúmeras vezes sobre o assunto. Além disso, também é médico especializado na área de Oncologia e membro Titular da Sociedade Brasileira de Cancerologia."

EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

editora@editoralandmark.com.br