A Editora Landmark na Imprensa
"Contos completos de Oscar Wilde

Todas as minúcias do texto wildiano, apresentado a critica social de sua época ao padrão de vida inglês, foram resgatados pela Editora Landmark em “Contos Completos de Oscar Wilde”, coletânea que reúne todos os contos de um dos mais importantes autores da literatura inglesa, em edição bilíngue de luxo em capa dura.

Nela estão os quatro livros de contos do escritor: “O Príncipe Feliz e outros Contos”; “O Retrato do Sr. W. H.”; “O Crime de Lorde Arthur Savile e outros Contos”; e “A Casa das Romãs”. Dentro desses trabalhos constam algumas de suas mais famosas histórias, dentre elas “A Rouxinol e a Rosa”, “O Princípe Feliz”, “O Fantasma de Caterville”, “O Pescador e sua Alma” e “O Crime de Lorde Arthur Savile”.

A obra traz ao leitor os contos escritos entre 1888 e 1891, produzidos durante o período mais feliz, e menos turbulento, da vida do escritor oscar Wilde, que viveu na efervescente Londres, na Inglaterra de fins do século XIX, frequentando ciclos de escritores, atores e figuras de destaque da época. Nessas reuniões, o autor aproveitava para demonstrar seu talento não só como escritor, mas também como intérprete, lendo em voz alta os contos que produzia, com a entonação, a ênfase e a dicção próprias dos atores.

Exímio contador de histórias, Wilde encantava os círculos ingleses com sua ironia, a precisão formal de seus textos e, claro, com sua própria presença. Aqueles que tiveram o privilégio de ouvi-lo, diziam que a voz cadenciada e bem modulada, a interpretação dramática e o carisma peculiar de Oscar Wilde eram simplesmente irresistíveis, cativando a atenção do público seleto que se reunia para assisti-lo.

O Escritor

Nascido em Dublin, na Irlanda, e filho de uma poetisa nacionalista, Oscar estudou no Trinity College e em Oxford. Foi em Oxford que ele se aliou ao movimento artístico do Esteticismo – a arte pela arte – e adotou suas características únicas no vestir e no se comportar. Tornou-se uma pessoa indispensável e comentada aos eventos sociais, espalhando glamour e comentários por onde passava.

Embora bem conhecido nos círculos sociais, Wilde recebeu pouco reconhecimento por sua obra durante muitos anos até a estreia de “O Leque de Lady Wildermere” que consolidou sua fama literária a partir de 1892. O simulacro, o homem e seu retrato eram a maneira da qual o autor se utilizava para relacionar-se com o mundo, mas o período de sucesso foi extremamente curto. "

EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]