ARSÈNE LUPIN: CAVALHEIRO E LADRÃO
ARSÈNE LUPIN: CAVALHEIRO E LADRÃO
Autor
Maurice Leblanc
Tradução e notas
Fábio Pedro-Cyrino
Adaptação
Doris Goettems
Ilustrador
***************
Idioma
Português-Francês
Lançamento
04/2021
Acabamento
Capa Dura
Formato
16cm x 23cm
Páginas
328
Peso
580 g
ISBN - Livros
9786599454608
ISBN - Digital
9786599454615
Compre Agora

Versão Física

Sinopse
Ousado, sedutor e divertido, Arsène Lupin é o criminoso ladrão mais famoso do início do século XX. Responsável por uma série de crimes misteriosos na França da virada do século XX, o anti-herói mantém um código de honra muito próprio: atormenta os seus oponentes, ridiculariza a burguesia e ajuda os mais fracos. Um Robin Hood muito francês, portanto. Não se leva muito a sério, a sua arma mais mortífera é a perspicácia e não é um aristocrata que se aclama como anarquista, mas sim um anarquista que vive como um aristocrata. Nas nove histórias que compõem essas primeiras aventuras, o irresistível anti-herói atormenta os seus oponentes, zomba das convenções estabelecidas, ridiculariza a burguesia e ajuda os mais fracos e ainda enfrenta um grande detetive inglês, não por acaso chamado Herlock Sholmes.

Encarado como a irónica resposta francesa a Sherlock Holmes, este é o primeiro livro de uma série de vinte títulos empolgantes que Maurice Leblanc dedicou a Lupin, uma das personagens mais marcantes do policial de sempre. Criado por Maurice Leblanc em 1905, tem como marca roubar apenas dos ricos e burgueses, daqueles que acumulam fortuna de maneira suspeita. As aventuras de Arsène Lupin se apoiam na lógica, raciocínio e dedução, elementos-chave das clássicas narrativas policiais.
Compre em Nossos Parceiros

Conheça mais sobre Maurice Leblanc


(1864-1941)

Escritor e jornalista francês, Maurice Leblanc era o filho de um armador naval francês. Teve possibilidades de estudar em sua terra-natal, a França, na Alemanha e na Itália, mas interrompeu o seu curso de Direito com a intenção de se tornar escritor. Trabalhou durante algum tempo na empresa da família, até conseguir estabelecer-se como repórter policial para jornais como o "Écho de Paris", tendo publicado o seu primeiro livro aos vinte e três anos de idade, um romance psicológico com o título "Une Femme", e continuou a sua carreira na imprensa durante vinte anos, recolhendo material e compondo lentamente a personagem que o consagrou como escritor.

Em 1907 apareceu "Arsène Lupin: Cavalheiro e Ladrão", romance de aventuras em que Leblanc apresenta Arsène Lupin. Gatuno sutil, serve-se das suas astúcias criminosas para ajudar o próximo, tendo como adversário o inspetor Ganimard, Lupin prevê o comportamento rotineiro da polícia, que põe a ridículo com requintes de ironia, disfarçando-se e conseguindo manter o sangue-frio necessário para fornecer pistas falsas. Por exemplo, em Arsène Lupin Contre Herlock Sholmes (1908), Leblanc faz um confronto entre o ladrão cavalheiro e o grande detetive londrino, do qual Arsène Lupin sai vencedor.

Em 1910 apareceu "813", tido pela crítica como um dos seus melhores romances da série Arsène Lupin. Se em "Les Dents Du Tigre" (1921) Arsène Lupin auxilia a justiça a capturar um assassino, a verdade é que algum tempo depois da publicação de vários episódios da série, o próprio Maurice Leblanc seria chamado a servir como consultor do corpo policial.

Tornado membro da Legião de Honra francesa, Maurice Leblanc faleceu em Perpignan, a 6 de novembro de 1941.



Do mesmo autor



EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]